Serviço de Psicologia – Acadêmicos

Objetivos:

  • Ofertar condições de adaptação e permanência aos estudantes da UFMS/CPAR por meio do atendimento às demandas relacionadas à vida acadêmica, contribuindo para o desenvolvimento acadêmico, com vistas à utilização mais eficiente de recursos intelectuais, psíquicos e relacionais, numa visão integrada dos aspectos emocionais e pedagógicos.
  • Contribuir com as Coordenações de Curso e Direção a partir da sinalização de aspectos críticos e com a busca de recíproca e permanente atualização de informações por meio de reuniões.

As ações do setor de psicologia são voltadas aos alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação da UFMS/CPAR, especialmente aos:

  • Calouros, por meio de atividades de orientação durante a matrícula e a recepção de calouros e o auxílio na integração à Universidade;
  • Alunos em situação de baixo rendimento acadêmico, considerando as dificuldades de adaptação à rotina acadêmica, pressão institucional, além de fatores emocionais e de ordem econômico/social;
  • Acadêmicos em situações de crise. A crise é definida como um processo de desestabilização vivido pelo acadêmico que interfere diretamente na sua capacidade de aprendizagem.
  • Acadêmicos atendidos pelas ações de assistência estudantil: Acompanhamento segundo normas da Comissão Permanente de Assistência Estudantil (CPAC).

Estão previstas atividades coletivas a partir do levantamento das necessidades observadas e apontadas pelos acadêmicos por meio de preenchimento de formulário eletrônico de levantamento de interesses.

O serviço de psicologia desenvolve atividades de Orientação psicológica, Aconselhamento Psicológico, Psicoterapia Breve e encaminhamentos externos conforme demanda apurada junto ao acadêmico.

A orientação psicológica consiste na promoção do conhecimento e na análise de possibilidades de conduta frente a problemas imediatos baseado em referencias pessoais e sociais.

O aconselhamento psicológico é um processo interativo com o objetivo de promover mudanças comportamentais, mudanças nos modos de elaborar a realidade e nas preocupações emocionais decorrentes desta elaboração, e promoção do conhecimento e de habilidades para tomada de decisão.

A psicoterapia breve é um processo terapêutico com objetivos limitados e duração pré-definida a ser realizada nos casos em que não haja possibilidade de encaminhamento à rede municipal de saúde mental. O objetivo central é a superação de sintomas e incidentes agudos ou situações perturbadoras atuais, que se apresentam como prioritárias por sua urgência ou importância, com vistas a promover uma compreensão interna da dinâmica da personalidade do sujeito e dos conflitos subjacentes aos sintomas apresentados na situação de crise.