Projetos de Pesquisa

ADMINISTRAÇÃO

Utilização do Coco do Babaçu na Geração de Energia: um estudo na cadeia de suprimentos das microrregiões de Jauru e Alto Pantanal em Mato Grosso

Coordenador(a):  Prof. Dr. Geraldino Carneiro de Araújo 

RESUMO: As indústrias estão adotando matérias primas no processo produtivo que causem menos impactos ao meio ambiente. A utilização de outras fontes de energia, como a biomassa, é caracterizada por uma fonte energética renovável, resultando na redução do uso de outros combustíveis. O coco do babaçu, uma biomassa, é um material orgânico que pode ser utilizado por indústrias como fonte de energia, trata-se de uma alternativa que propicia redução nos custos. Este artigo se propõe a analisar a utilização do coco do babaçu como uma alternativa energética entre os agentes da cadeia de suprimentos. Para tanto foi realizada uma pesquisa exploratória e descritiva com uma abordagem qualitativa. Serão selecionadas organizações que participam da cadeia de suprimentos que utilizam o babaçu para a geração de energia. Os dados serão coletados a partir de entrevistas, análise de documentos e observação. A técnica de tratamento dos dados será à análise de conteúdo.

Para mais informações: geraldino.araujo@gmail.com

Gestão, Modelo e Avaliação de Negócios de Impacto Social: um estudo em cooperativas e associações 

Coordenador(a): Prof. Dr. Geraldino Carneiro de Araújo 

RESUMO: O objetivo geral deste projeto de pesquisa é analisar os negócios de impacto social em relação à gestão, modelo e avaliação, considerando, neste estudo, as cooperativas e associações. Negócio com o propósito social aparece na literatura em muitas conceituações neste texto escolhe-se o termo negócio de impacto social, que considera impactos sociais e ambientais alinhados a resultados financeiros, que podem ou não distribuir seus dividendos. A pesquisa é caracterizada como exploratória, qualitativa, coleta de dados a partir de entrevistas, documentação e registro de arquivos, estudos de casos e análise de conteúdo.

Para mais informações: geraldino.araujo@gmail.com

Geoestatística Multivariada Da Dinâmica Do Carbono Do Solo Em Áreas Agrícolas No Cerrado Brasileiro

Coordenador(a): Prof. Dr. Elton Gean Araújo 

RESUMO: Os cultivos de floresta plantada e sistemas silvipastoril têm elevada importância na redução das emissões de gases do efeito estufa (GEE), principalmente o CO2, pois propiciam o acúmulo de carbono e diminuam a emissão de CO2 do solo. Neste contexto, o estudo da variabilidade espacial dos atributos do solo para definição de áreas específicas de manejo, aumentando assim a eficiência das práticas conservacionistas, é de suma importância. O objetivo deste trabalho será estudar a variabilidade espacial dos estoques de carbono e emissão de CO2 do solo em áreas de floresta plantada (eucalipto) e sistema silvipastoril (consórcio de aroeira-vermelha e capim braquiária), na região de Cerrado do estado do Mato Grosso do Sul. A emissão de CO2 do solo será determinada por meio do sistema dinâmico LI-8100, juntamente à determinação de temperatura e umidade do solo. Serão realizadas a determinação dos atributos químicos e físicos do solo, e posteriormente será realizado o cálculo dos estoques de carbono em ambas as áreas. A variabilidade espacial dos atributos será estudada por meio de técnicas geoestatísticas clássica e bayesiana, associadas com as técnicas multivariadas análise fatorial exploratória e análise de equações estruturais.

Para mais informações: egarauj@yahoo.com.br

Gestão de Recursos Humanos Verde: Novos Rumos para a área de RH

Coordenador(a):  Prof. Dr. Wesley Ricardo de Souza Freitas 

RESUMO: Na perspectiva em que a gestão de recursos humanos pode desempenhar um papel significativo nas organizações e que uma estratégia sustentável é vital para a sustentabilidade organizacional, este projeto tem como objetivo identificar como as empresas estão configurando suas estratégias e práticas de RH, avaliar se há critérios ambientais, além de identificar o estado da arte na área de RH.

Para mais informações: wesley007adm@gmail.com

Green Supply Chain Management, desempenho ambiental e o papel dos stakeholders: efeitos diretos e indiretos

Coordenador(a): Prof. Dr. Adriano Alves Teixeira 

RESUMO: O propósito desta pesquisa é verificar a influência da Green Supply Chain Management (GSCM), mediada ou não pelos stakeholders, no desempenho ambiental de organizações brasileiras. Para atingir tal objetivo, será construída uma fundamentação conceitual a partir dos temas: gestão ambiental nas organizações e suas motivações, práticas de gestão ambiental, pressão dos stakeholders e Green Supply Chain Management. Posteriormente, será conduzido um estudo quantitativo, baseado em uma pesquisa tipo survey com diversas assertivas elaboradas dos conceitos-chave, levantados durante a fase de fundamentação conceitual, que serão apresentados em uma escala tipo Likert de cinco pontos a gestores ambientais de empresas localizadas no Brasil de diferentes, portes e setores. O universo de organizações que poderão fazer parte da amostra constitui-se de empresas pertencentes a bancos de dados do INMETRO e do grupo de estudo a que esse candidato faz parte. A amostra mínima será calculada com a ajuda do software G*Power 3 e tais dados serão analisados por meio de Modelagem de Equações Estruturais, uma abordagem quantitativa multivariada de segunda geração. Neste contexto, o software SmartPLS 3.0 será utilizado durante o processamento de dados para se verificar a acuidade das relações propostas. Espera-se que os resultados desta pesquisa proporcionem evidencias claras de como vem se configurando a relação entre práticas de GSCM e o desempenho ambiental em empresas brasileiras e se os stakeholders vem exercendo algum tipo de pressão que possa estar influenciando essa relação, comunicando-as em fóruns acadêmicos na área de Administração e com bom fator de impacto. Ressalta-se que, em buscas realizadas nas bases ISI Web of Science, Scopus e Scielo, ainda não há pesquisas que analisaram de forma conjunta as relações aqui propostas, principalmente quando se considera empresas brasileiras.

Para mais informações: aatadrianobirigui@gmail.com 

Contribuições da Green Supply Chain Management para o desempenho ambiental: survey com organizações brasileiras

Coordenador(a): Prof. Dr. Adriano Alves Teixeira 

RESUMO: Esta pesquisa tem como objetivo identificar se práticas de Green Supply Chain Management (GSCM) influenciam positivamente a adoção de práticas de gestão ambiental e, consequentemente, o desempenho ambiental em empresas brasileiras. Para tanto, adotar-se-a uma abordagem quantitativa de pesquisa com a aplicação de um survey com os responsáveis pela gestão ambiental nas empresas que serão objeto de pesquisa. Espera-se com esta pesquisa oferecer um maior conhecimento sobre fatores que influenciam a gestão ambiental em empresas localizadas no Brasil. Tal conhecimento pode ajudar, por exemplo, governos de diversas esferas administrativas nas definições de metas, programas e incentivos que possam contribuir com uma gestão ambiental mais proativa. Acredita-se, ainda, que esta pesquisa pode ser útil no campo de Administração e Engenharia de Produção por proporcionar resultados ainda muito pouco discutidos na literatura nacional e internacional o que contribuiria na geração de novos conhecimentos para alunos, professores e dirigentes organizacionais colocando o cenário brasileiro em uma pauta de pesquisa que tem crescido nos últimos anos.

Para mais informações: aatadrianobirigui@gmail.com 

Desempenho ambiental em organizações brasileiras: a influência dos stakeholders

Coordenador(a): Prof. Dr. Adriano Alves Teixeira 

RESUMO: O objetivo principal desta pesquisa é verificar se a pressão exercida pelos stakeholders pode estar influenciando, ou não, a adoção de práticas de gestão ambiental em organizações brasileiras e, consequentemente, o desempenho ambiental destas empresas. Para tanto, adotar-se-á uma abordagem quantitativa com a aplicação de um survey com gestores ambientais de organizações brasileiras. Espera-se com esta pesquisa oferecer um maior conhecimento sobre fatores que influenciam a gestão ambiental em empresas localizadas no Brasil. Tal conhecimento pode ajudar, por exemplo, governos de diversas esferas administrativas nas definições de metas, programas e incentivos que possam contribuir com uma gestão ambiental mais proativa. Acredita-se, ainda, que esta pesquisa pode ser útil no campo de Administração e Engenharia de Produção por proporcionar resultados ainda pouco discutidos na literatura nacional e internacional o que contribuiria na geração de novos conhecimentos para alunos, professores e dirigentes organizacionais colocando o cenário brasileiro em uma pauta de pesquisa que tem crescido nos últimos anos.

Para mais informações: aatadrianobirigui@gmail.com 

Green human resource management and green supply chain: evidencias em empresas brasileiras

Coordenador(a): Prof. Dr. Adriano Alves Teixeira 

RESUMO: O propósito desta pesquisa é verificar a influência direta e indireta das práticas de green human resource management (GHRM) na adoção de práticas de green supply chain management (GSCM) em empresas com certificação ISO 14001 localizadas no Brasil. Para atingir tal objetivo, uma fundamentação conceitual será construída a partir dos temas: GHRM, GSCM, gestão da qualidade e suas relações com a gestão ambiental. Posteriormente, será conduzido um estudo quantitativo, baseado em uma pesquisa tipo survey com diversas assertivas elaboradas dos conceitos-chave, levantados durante a fase de fundamentação conceitual, que serão apresentados aos gestores ambientais destas empresas. Adicionalmente, o porte/tamanho e o tempo de existência das empresas serão analisados e interpretados como “variáveis de controle” a fim de se determinar sua real influência no framework proposto. O universo de organizações que fará parte da amostra constitui-se de empresas pertencentes aos bancos de dados do INMETRO e do grupo de estudo a que esse pesquisador faz parte. A amostra mínima será calculada com a ajuda do software G*Power 3 e os dados finais serão analisados por meio de Modelagem de Equações Estruturais com o apoio do software SmartPLS 2.0 M3 para se verificar a acuidade das relações propostas. Espera-se que os resultados desta pesquisa proporcionem evidencias claras de como a adoção de práticas de GHRM e GSCM vem se configurando nestas empresas e como essas práticas podem ajudar governos de diversas esferas administrativas e gestores/empresas nas definições de metas, programas e incentivos que possam contribuir com uma gestão ambiental mais proativa.

Para mais informações: aatadrianobirigui@gmail.com 

Teoria dos Jogos e as Ciências Econômicas e Políticas – Estudos e aplicações

Coordenador(a): Prof. Dr. Odirlei Fernando Dal Moro 

RESUMO: O propósito desta pesquisa consiste em verificar algumas questões da política, tendo-se a Teoria dos Jogos como método de análise. Especificamente tem-se quatro pontos a serem estudados: (i) a relação entre financiadores de campanhas e os partidos políticos; (ii) as disputas no congresso e a questão da governabilidade; (iii) o estudo dos processos de impeachment ocorridos no Brasil; e, (iv) a questão da religiosidade e as eleições. Para atingir o objetivo proposto primeiramente será feita uma análise do referencial teórico e sobre os caminhos tomados pela Teoria dos Jogos dentro das ciências sociais, especificamente a economia. Com o objetivo de escrever ensaios para cada um dos quatro assuntos acima mencionados, uma revisão de literatura será realizada, dando-se uma ênfase especial aos trabalhos que utilizaram a mesma metodologia (Teoria dos Jogos) tanto na literatura nacional quanto internacional. Para cada ensaio proposto será criado uma metodologia de jogo, bem como o apontamento de seus resultados. Para tal, quando necessário, cada ensaio deverá trazer também uma análise quantitativa descritiva para fundamentarem os jogos. Desse modo, o presente projeto de pesquisa justifica-se pelo fato de aproximar a microeconomia, especificamente a Teoria dos Jogos, a discussões acerca das ciências políticas. Espera-se que os resultados possam trazer reflexões importantes sobre o modelo de financiamento eleitoral, as instabilidades políticas e os impactos de questões religiosas nos processos políticos, de modo a oferecer propostas capazes de minimizarem as externalidades negativas à sociedade.

Para mais informações: odirlei.moro@ufms.br

.

MATEMÁTICA

Controle de caos e estabilidade no modelo neuronal de Hindmarsh-Rose

Coordenador(a): Prof. Me. Raildo Santos de Lima

RESUMO: O presente projeto de pesquisa destina-se ao estudo de controle de incertezas numa variação do modelo neural de Hodkin-Huxley (1952). O modelo de Hodkin-Huxley trata da variação do tempo em ralação a condutância de íons de potássio e sódio no axônio (prolongamento único de uma célula nervosa por onde se transmite o impulso nervoso) da lula gigante. Estes autores desenvolveram um conjunto de equações diferenciais para a propagação de sinais elétricos, que foram posteriormente modificados para descrever o comportamento dos neurônios em outros animais e para outros tipos de fibras excitáveis. Com isso, a dinâmica do modelo de Hodgkin-Huxley foi estudada extensivamente com uma visão para implicações biológicas e com testes para métodos numéricos podendo ser aplicados a modelos matemáticos mais complexos. No desenvolvimento deste projeto de pesquisa será acoplado ao modelo proposto no estudo de caso (uma variação do modelo de Hodkin-Huxley) uma fonte com desbalanceamento rotativo e incluir parâmetros incertos para que em seguida, uma técnica de controle seja aplicada para estabilizar e sincronizar todo o sistema.

Para mais informações: raildo.lima.rl@gmail.com

Aplicações de Estruturas Algébricas em Teoria de Códigos

Coordenador(a): Prof. Me. Raildo Santos de Lima 

RESUMO: Neste projeto pretende-se aprofundar o estudo das aplicações de estruturas algébricas envolvidas na Teoria de Códigos, mais especificamente, na Teoria de Códigos Corretores de Erros que é uma sub área da Teoria da Informação. Um grande problema na transmissão de mensagens por algum canal (que pode ser uma linha telefônica, um pendrive, internet, etc) consiste no fato de que, ao atravessar o canal, o conteúdo transmitido sofre distorções e chega modificado ao destinatário, o que impossibilita a sua leitura correta. Para identificar tais erros na transmissão de uma mensagem e corrigi-los, criaram-se os códigos corretores de erros, dos quais daremos enfoque na classe dos códigos lineares, que são códigos gerados por transformações lineares injetivas entre dois espaços vetoriais sobre corpos finitos. Para tanto, será necessário um forte estudo sobre resultados importantes relacionados aos Corpos Finitos, que são estruturas algébricas importantes sobre as quais se constroem esses Códigos. Devido a crescente evolução dos sistemas de comunicação digital, cuja tendência se volta para taxas de transferência de dados em velocidades cada vez maiores, é de fundamental importância a implementação de tais códigos corretores de erros, a fim de garantir a confiabilidade e eficiência funcional dos sistemas em questão. Desta forma este projeto contribui, também, para proporcionar que estudantes de graduação/pós-graduação em Ciências Exatas tenham melhor aprendizado e compreensão das aplicações da Álgebra abstrata, incentivar a participação ativa em projetos de pesquisa oportunizando-os a desenvolver a autonomia o espírito investigativo e a pesquisa, estimulando-os a formular e verificar conjecturas.

Para mais informações: raildo.lima.rl@gmail.com

Abordagem algébrica de reticulados e aplicações em códigos

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Tatiana Bertoldi Carlos 

RESUMO: Construção de reticulados usando propriedades da teoria dos números algébricos tem se mostrado uma eficiente ferramenta para obtenção de bons esquemas de codificação para canais com desvanecimento, pois permitem estimativas da distância produto mínima e diversidade, parâmetros que controlam a probabilidade de erro no envio de informações por estes canais. O objetivo do presente projeto de pesquisa é estudar e obter reticulados algébricos via homomorfismo canônico de corpos de números e comparar os parâmetros destes reticulados com reticulados clássicos, visando as aplicações em teoria de códigos.

Para mais informações: tati.b.c@hotmail.com

O que pode a Etnomatemática quando atravessada pela Filosofia da Diferença?

Coordenador(a): Prof. Dr. Thiago Donda Rodrigues 

RESUMO: Com o desenvolvimento desse projeto pretendemos, a partir de uma pesquisa bibliográfica, elaborar discussões teóricas e técnicas sobre a transversalidade entre Etnomatemática e Filosofia da Diferença. Para tanto, a partir de ideias de Michel Foucault, Gilles Deleuze e Félix Guattari e os conceitos poder, saber, rizoma, sistema arbóreo, nomadismo, sedentarismo, máquina de guerra, aparelho de estado, espaço liso, espaço estriado e linhas de fuga, dentre outros, refletiremos sobre questões inerentes aos saberes e fazeres teórico-metodológicos da Etnomatemática, tais como, os grupos socioculturais e o seu conhecimento tradicional; a tradução matemática do conhecimento tradicional; o conhecimento matemático acadêmico; a universalização da Matemática; o conhecimento matemático escolar, dentre outros. Dessa forma, pretendemos dar algumas possibilidades de resposta à pergunta: O que pode a Etnomatemática quando atravessada pela Filosofia da Diferença?

Para mais informações: thiagodonda82@gmail.com

Modelos Matemáticos em Epidemiologia

Coordenador(a): Prof. Dr. Luiz Fernando de Souza Freitas

RESUMO: Neste projeto pretendemos analisar quantitativa e qualitativamente modelos de equações diferenciais ordinárias, também chamados de modelos determinísticos, que descrevem a dinâmica da transmissão de doenças infecciosas de transmissão direta. Tal dinâmica é estabelecida pela interação entre as classes de indivíduos suscetíveis S (aqueles que não tiveram contato com o patógeno), expostos E (infectados que não transmitem a doença), infectados I (que transmitem a doença) e recuperados R (aquelas que estão imunizados), o modelo matemático é chamado de modelo SEIR. Podemos, ainda, introduzir a classe de indivíduos vacinados V, caso exista uma vacina disponível para tal doença e o modelo passa a se chamar modelo SEIRV. Por meio do estudo de tais modelos será possível entender a dinâmica das classes de indivíduos e quais são os fatores, como quantidade de indivíduos suscetíveis, e parâmetros que têm efeito maior no controle e/ou erradicação de uma dada doença infecciosa de transmissão direta.

Para mais informações: luiz_freitas@ufms.br

Um olhar Histórico-Matemático acerca da inserção da disciplina de Geometria Analítica e Cálculo  Vetorial no Brasil 

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Sabrina Helena Bonfim 

RESUMO: Permeando pelos caminhos da História da Matemática e, em particular pela História da Matemática no Brasil, o presente trabalho propõe uma investigação histórico-matemática acerca da inserção da disciplina de Geometria Analítica e Cálculo Vetorial no Brasil, especificamente na Escola Politécnica de São Paulo realizada, na época (início do século XX), pela primeira vez no país. Sabe-se que um dos precursores deste movimento, no tocante a Geometria Analítica e ao Cálculo Vetorial, e em particular, na então Escola Politécnica de São Paulo foi o engenheiro-matemático Theodoro Augusto Ramos (1895-1935) – objeto de estudo da pesquisa de doutorado. Theodoro publicou na época um trabalho dedicado à temática (Calculo vectorial, 1927) tanto em português, quanto em francês, durante uma viagem estudos a França, e que é reconhecido como um dos primeiros trabalhos sobre o assunto no país. Sabe-se que posteriormente a este trabalho de Theodoro, apareceram outros pelo país, demonstrando interesse de pesquisadores brasileiros pela temática. No tocante aos procedimentos metodológicos, atenta-se ao fato de que nos estudos em História da Matemática, assim como em História não se é possível definir a priori uma metodologia a ser seguida, adotada. Entretanto, as concepções que serão tomadas e que conduzirão esta pesquisa partilham de percepções e pontos de vistas de renomados historiadores que investigam, dentre outros, o trato metodológico da História. A saber, Veyne, Bloch, Le Goff, Burke, Chartier, Jenkins, Ginzburg, Dosse, e Vainfas, dentre outros. Espera-se assim com esta pesquisa contribuir para uma lacuna ainda existente na História da Matemática no Brasil.

Para mais informações: sabrina_helenabonfim@yahoo.com.br

.

PSICOLOGIA

As contribuições da Ontologia do ser social de György Lukács à Psicologia Histórico-Cultural

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Renata Bellenzani 

RESUMO: Esta pesquisa toma a Ontologia do Ser Social de György Lukács, em especial o livro II, como fonte de problemas filosófico-metodológicos importantes para a fundamentação da Psicologia Histórico-Cultural. Objetiva-se, com este trabalho investigativo, relacionar as principais categorias e complexos de problemas filosóficos e metódicos presentes na Ontologia do Ser Social com as categorias e pressupostos da Psicologia Histórico-Cultural, como, por exemplo, a passagem das funções elementares às superiores, a concepção de desenvolvimento, a correspondência entre o método de pesquisa e o objeto da investigação e a relação entre a teoria e a realidade. Adicionalmente, pretende-se – ainda – utilizar-se do arsenal teórico-filosófico da concepção lukácsiana do marxismo para analisar o modo como se conforma, atualmente, a crise da psicologia e quais as suas principais determinações.

Importa, ainda, ressaltar que esta pesquisa é de natureza interinstitucional e conta com pesquisadores e estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Universidade Federal de Uberlândia e da Universidade Federal do Paraná. Com isso, pretende-se fazer avançar o estoque crítico de conhecimento concernente aos fundamentos da psicologia histórico-cultural, bem como disponibilizar os resultados da pesquisa sob formas que possam ser imediatamente empregadas no ensino de psicologia histórico-cultural. Trata-se de pesquisa de natureza teórico-conceitual que consiste na leitura imanente de György Lukács – especificamente de sua obra Para uma Ontologia do Ser Social II (1971) -, como fonte primária, e de seus intérpretes e estudiosos, como fonte secundária. A presente pesquisa tem como objeto as contribuições da ontologia marxiano-lukacsiana para a Psicologia Histórico-Cultural. Para tanto, dedica-se a relacionar as categorias do Trabalho, Reprodução, Ideologia e Estranhamento com os problemas teórico-metodológicos próprios à Psicologia.

Para mais informações: renatabellenzani@hotmail.com

Aportes teórico-metodológicos para uma Psicologia Histórico-Cultural em Saúde (Mental) Coletiva

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Renata Bellenzani 

RESUMO: As áreas de saberes e práticas denominadas ‘Psicologia em Saúde Mental’ ou ‘Psicologia na Atenção Básica’ são recentes no Brasil – ganham impulsos a partir dos anos 70, com os movimentos da Reforma Sanitária e da Reforma Psiquiátrica.

Em que pese os efeitos sobre a saúde dos brasileiros da adesão do Brasil à agenda econômica neoliberal e a hegemonia do modelo médico naturalista e a-histórico, tanto na pesquisa como nas práticas de saúde, observa-se na contramão disto correntes de pensamento que chamam a atenção para o reconhecimento da causalidade social complexa dos processos de saúde-doença, representadas pelos trabalhos de Laurell (1981, 1983), Breilh (1979), Donnangelo (1976, 1979) em torno da Teoria da Determinação Social da Doença.

Neste cenário, de reconfiguração dos modelos de cuidado para dar conta da complexidade do processo saúde-doença, a Psicologia é convocada a contribuir com o campo da Saúde Coletiva e, em particular, da Saúde Mental.

O presente estudo, de natureza teórica, parte do entendimento de que a Psicologia Histórico-Cultural de origem soviética, cujo principal expoente é Vigotski, juntamente com aportes da teoria social de Marx (já incorporada à Sociologia da Saúde e à Psicologia Sócio-Histórica brasileiras), oferecem ferramental teórico-metodológico tanto para a produção de conhecimento, como para a prática profissional em Psicologia no campo da Saúde Mental Coletiva. Os constructos destas vertentes podem auxiliar nas análises e na produção de explicações acerca dos fenômenos psicológicos implicados nos fenômenos sociossanitários, significativamente influenciados pela estrutura social capitalista.

Assim, o objetivo geral do estudo é prospectar, reunir e analisar conjuntamente trabalhos teóricos e pesquisas práticas que no atual momento se encontram dispersos em diferentes áreas do conhecimento – História, Serviço Social, Sociologia e Economia (da Saúde), Psicologia Social, Psicologia da Saúde, Psicologia Clínica, Psicologia do Desenvolvimento Humano, Políticas Públicas, Medicina Social/Saúde Coletiva e Psiquiatria – com vias a produzir uma sistematização de fundamentos e aportes teórico-práticos interdisciplinares para a práxis de Psicologia em Saúde Mental, segundo o enfoque Histórico-Cultural. Para a prospecção das obras e artigos científicos, serão visitadas bases de dados de periódicos eletrônicos acadêmicos e de dissertações de mestrado e teses de doutorados, bibliotecas virtuais, acervos de livros de bibliotecas universitárias, sites de determinadas Editoras e de Programas de Pós-Graduação. Dentre os mais relevantes:

– Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) para América Latina e Caribe, incluindo a BVS Brasil, que hospeda o Portal de Revistas Científicas em Ciências da Saúde, assim como bibliotecas e bases eletrônicas tais como: MEDLINE, Scielo, Periódicos CAPES, LILACS e PubMed.

– Portal de teses da Universidade de São Paulo e de outras Universidades que têm Programas de Pós-graduação com boa avaliação pela CAPES, em Saúde Coletiva, Psicologia e Sociologia.

Alguns dos descritores possivelmente utilizáveis, segundo múltiplas combinações, para pesquisas digitais são: psicologia, psicologia histórico-cultural, psicologia da saúde, psicologia clínica, saúde mental, reabilitação psicossocial, atenção psicossocial, psicopatologia, reforma psiquiátrica, processo saúde-doença, cuidados em saúde, sociologia da saúde, sociologia da doença, transtornos psíquicos, determinação social da doença, sistemas de bem-estar social, política de saúde, neoliberalismo, capitalismo, crise do capital, materialismo histórico e dialético e economia da saúde.

O material será organizado em torno de quatro eixos pensados como grandes categorias temáticas que têm correspondência direta com os objetivos gerais e específicos propostos:

I – Relação entre Saúde, Doença e Sociedade (Determinação Social da Doença), na tradição marxista e sua reinterpretação no que tange às particularidades da determinação social do sofrimento psíquico e das psicopatologias especificas;

II – Intensificação da lógica do Capital, avanços, retrocessos e contradições no curso das Políticas Sociais no Brasil, particularmente das políticas de saúde e de saúde mental. Trabalhos que abordem possíveis relações entre a conjuntura macroeconômica, o baixo investimento estatal em políticas sociais e a emergência de situações-problemas no âmbito da vida familiar, comunitária e laboral que têm vulnerabilizado determinados indivíduos e grupos ao adoecimento mental.

III – Pressupostos, teorias e conceitos de Vigotski e de outros expoentes da Psicologia Histórico-Cultural, que se mostram instrumentais para compreender os processos de constituição do psiquismo, da subjetivação-objetivação das experiências sociais, das interações e relações sociais, e do desenvolvimento humano no curso da vida, na direção tanto da saúde mental como em sua conformação psicopatológica, em diferentes níveis de severidade e de estruturação.

IV – Propostas teórico-metodológicas para o Cuidado em Saúde e para a Clínica Psicológica de enfoque Histórico-Cultural, na RAPS/Saúde Mental, tendo como base os incrementos nos conhecimentos sistematizados em torno dos três eixos acima.

Como resultado esperado almeja-se a produção de trabalhos acadêmicos e técnico-didáticos que subsidiem a formação e a prática profissional em Psicologia Histórico-Cultural na área de Saúde Coletiva em geral e, em particular, em Saúde Mental. A partir disso, incentivar a revisão e reconstituições teórico-práticas nas áreas de Avalição e Intervenção Psicológica no âmbito da Política Nacional de Saúde Mental e em suas interfaces com outras políticas sociais, em especial da Educação e da Assistência Social.

Para mais informações: renatabellenzani@hotmail.com

Efeito da Hiperforina em Modelo Animal de Autismo Induzido por Exposição Pré-natal ao Ácido Valpróico

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Ana Luiz Bossolani Martins 

RESUMO:O Transtorno do Espectro Autista (TEA) são afecções neuropsiquiátricas com déficits em duas áreas principais: comportamental (interesse restrito e movimentos repetitivos) e social (interação/comunicação). Além dos sintomas típicos, muitos indivíduos também podem apresentar comorbidade psiquiátrica e problemas de comportamento como agressividade, auto-agressão, impulsividade, hiperatividade, ansiedade e alteração de humor. Estas condições, muitas vezes, dificultam o tratamento e, para aliviar estes sintomas, medicamentos psicotrópicos são frequentemente prescritos. Entretanto, as opções fármacoterapêuticas atuais, baseadas em evidências em crianças com TEA, são muito limitadas e têm eventos adversos importantes. Apesar dos desafios, a investigação sobre o TEA tem feito progressos consideráveis nos últimos anos, com auxílio de testes genéticos e o desenvolvimento de modelos animais, principalmente o modelo de animal de exposição pré-natal ao ácido valpróico. Este modelo reproduz alterações comportamentais e da estrutura cerebral que ocorrem nos pacientes com TEA. A erva de São João (Hypericum perforatum) tem sido utilizada no tratamento da depressão, e seu principal composto ativo, a hiperforina, se mostrou eficaz em reverter alterações morfológicas de células neurais “in vitro” de indivíduos com TEA. O extrato da erva de São João nunca foi testado em modelo animal para TEA. Portanto, o objetivo deste trabalho é verificar se o extrato da erva de São João pode alterar as manifestações comportamentais (social e estereotipia) e da morfologia cerebral no modelo animal de autismo induzido por exposição pré-natal ao ácido valpróico.

Para mais informações: anabossolani@gmail.com

O trabalho das mulheres em Mato Grosso do Sul: a conexão entre o rural e o urbano

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Ana Claúdia dos Santos 

RESUMO: Este projeto tem como objetivo analisar as práticas de trabalho das mulheres, especificamente aquelas que trabalham no Estado do Mato Grosso do Sul e, como suas atividades interferiram nas relações sócio familiares. Relacionar o trabalho das mulheres com as transformações no mundo do trabalho nos setores industrial, rural e agroindustrial que intensificaram as atividades e nem por isso, impediram que as mulheres restringissem suas atividades no espaço público ou diminuíssem suas ações no espaço doméstico.

Para mais informações: anaclau_santos@yahoo.com.br

Revelação da homoafetividade no contexto familiar: levantamento e análise da literatura científica e de instituições de acolhimento

Coordenador(a): Prof. Dr. Jeferson Camargo Taborda

RESUMO: A presente pesquisa objetiva investigar como a literatura científica vem discutindo os processos de revelação da homoafetividade (coming out) junto aos familiares. A proposta é categorizar e discutir as principais interpretações teóricas, especialmente a proveniente da Psicologia, sobre os processos de coming out. Ao mesmo tempo, visa também problematizar como a temática da transexualidade (pessoas trans) aparece nestas literaturas e quais têm sido as repercussões para as famílias. Além disso, será realizado um amplo levantamento sobre as atuações de instituições/profissionais voltadas para o acolhimento de familiares LGBTI+ .

Para mais informações: j.taborda@hotmail.com

O léxico brasileiro da personalidade: estudos com a língua portuguesa brasileira e outras línguas nacionais

Coordenador(a): Prof. Dr. Alexandre José de Souza Peres

RESUMO: Este projeto de pesquisa é composto por quatro estudos relacionados à abordagem léxica na pesquisa em psicologia da personalidade, com foco na cultura brasileira e no estudo da linguagem natural. O projeto foi estruturado para ser realizado em 24 meses, com etapas em paralelo. Os objetivos gerais são investigar o léxico brasileiro da personalidade e explorar alternativas metodológicas de coleta e análise de dados, fazendo uso de técnicas da psicometria e da ciência de dados. Em uma perspectiva emic, três estudos privilegiarão descritores de traços e dados obtidos em fontes da linguagem natural da língua portuguesa e de outras línguas faladas no Brasil, como as indígenas e a linguagem dos remanescentes de quilombos. O objetivo específico desses estudos é o desenvolvimento de modelos fatoriais da personalidade autóctones. Em uma perspectiva integradora emicetic, o quarto estudo visará a integração dos modelos autóctones com modelos teóricos estrangeiros proeminentes, como o Big Five. Especificamente, objetiva-se analisar evidências de validade dos instrumentos, incluindo evidências confirmatórias acerca das estruturas fatoriais encontradas, bem como evidências de validade convergente entre os modelos fatoriais. Espera-se realizar contribuições ao estudo do léxico brasileiro da personalidade, por meio do desenvolvimento de modelos teóricos autóctones, bem como contribuir para o avanço metodológico da pesquisa em psicologia da personalidade.

Para mais informações: alexandre.peres@ufms.br