Projetos de Pesquisa

ADMINISTRAÇÃO

 

Modelo GAMLSS e Equações Estruturais com Variáveis Latentes: Estudo e Aplicações em Administração 

Coordenador(a): Prof. Dr. Elton Gean Araújo 

RESUMO:O intuito do projeto é estudar e aplicar modelos estatísticos à dados advindos das áreas da administração; a depender da estrutura destes dados (tipo de variáveis, tamanho da amostra, número de variáveis, etc…), bem como do objetivo requerido em cada situação a ser aplicada. Neste sentido, os modelos aditivos generalizados para posição, escala e forma (GAMLSS) e as equações estruturais ou modelagem de equações estruturais (MEE), que têm enorme aplicabilidade e poder de extração de informações na referida área, serão detalhados em seus aspectos metodológicos e utilizados como ferramenta estatística no intento de fazer inferências e previsões em cenários reais em administração. Relatórios das análises serão gerados, bem como produtos acadêmicos, tais como resumos para eventos e artigos para periódicos científicos, com face a disseminar ainda mais métodos estatísticos com grande poder de abrangência e capacidade analítica.

Para mais informações: elton.araujo@ufms.br

 

Gestão de Recursos Humanos Verde: novos rumos para a área de RH

Coordenador(a):  Prof. Dr. Wesley Ricardo de Souza Freitas 

RESUMO: Na perspectiva em que a gestão de recursos humanos pode desempenhar um papel significativo nas organizações e que uma estratégia sustentável é vital para a sustentabilidade organizacional, este projeto tem como objetivo identificar como as empresas estão configurando suas estratégias e práticas de RH, avaliar se há critérios ambientais, além de identificar o estado da arte na área de RH.

Para mais informações: wesley.freitas@ufms.br

 

Teoria dos Jogos e as Ciências Econômicas e Políticas – Estudos e aplicações

Coordenador(a): Prof. Dr. Odirlei Fernando Dal Moro 

RESUMO: O propósito desta pesquisa consiste em verificar algumas questões da política, tendo-se a Teoria dos Jogos como método de análise. Especificamente tem-se quatro pontos a serem estudados: (i) a relação entre financiadores de campanhas e os partidos políticos; (ii) as disputas no congresso e a questão da governabilidade; (iii) o estudo dos processos de impeachment ocorridos no Brasil; e, (iv) a questão da religiosidade e as eleições. Para atingir o objetivo proposto primeiramente será feita uma análise do referencial teórico e sobre os caminhos tomados pela Teoria dos Jogos dentro das ciências sociais, especificamente a economia. Com o objetivo de escrever ensaios para cada um dos quatro assuntos acima mencionados, uma revisão de literatura será realizada, dando-se uma ênfase especial aos trabalhos que utilizaram a mesma metodologia (Teoria dos Jogos) tanto na literatura nacional quanto internacional. Para cada ensaio proposto será criado uma metodologia de jogo, bem como o apontamento de seus resultados. Para tal, quando necessário, cada ensaio deverá trazer também uma análise quantitativa descritiva para fundamentarem os jogos. Desse modo, o presente projeto de pesquisa justifica-se pelo fato de aproximar a microeconomia, especificamente a Teoria dos Jogos, a discussões acerca das ciências políticas. Espera-se que os resultados possam trazer reflexões importantes sobre o modelo de financiamento eleitoral, as instabilidades políticas e os impactos de questões religiosas nos processos políticos, de modo a oferecer propostas capazes de minimizarem as externalidades negativas à sociedade.

Para mais informações: odirlei.moro@ufms.br

 

O Processo de Operacionalização das Políticas Públicas voltadas para a Inovação, a partir do Modelo Quadruple Helix

Coordenador(a): Prof. Dr. Fabiano Tiossi

RESUMO: Este estudo trata da aplicação eficiente do modelo de desenvolvimento Quadruple Helix na gestão da inovação em políticas públicas brasileiras. É um  modelo que avança na aplicação das ações já propostas pelo Triple Helix, incluindo, na relação universidades-indústrias-governo, a sociedade civil como principal beneficiada dos resultados das ações conjuntas dos envolvidos.  É importante que estes agentes componentes do Quadruple Helix se adaptem às contingências e atuem de forma participativa, empreendedora e consensual. Nesse sentido, o objetivo do projeto é estudar como é desenvolvido o processo de operacionalização das políticas públicas voltadas para a inovação alinhando governo, indústrias, universidades e sociedade civil.  Para seu desenvolvimento, serão utilizadas a pesquisa bibliográfica, documental e um estudo  exploratório acerca da gestão da inovação em políticas públicas brasileiras. Como resultados, é esperado identificar como a aplicação do modelo Quadruple Helix, na gestão da inovação, pode contribuir, de forma efetiva, para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a ciência e tecnologia, de forma a beneficiar a sociedade e ainda,  contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do país.

Para mais informações: fabiano.tiossi@ufms.br

 

Práticas culturais e vida universitária dos estudantes da UFMS/CPAR

Coordenador: Prof. Dr. Darbi Masson Suficier

RESUMO: O objetivo é analisar as práticas culturais e a vida universitária dos estudantes dos cursos de graduação da UFMS/CPAR. Os dados serão coletados por meio de questionário online a ser aplicado em duas etapas: na primeira etapa os dados serão coletados junto aos ingressantes dos anos de 2020 e 2021; na segunda etapa junto aos ingressantes de 2022. A compreensão das práticas culturais dos estudantes objetivam auxiliar no entendimento de suas vivências no ambiente universitário.

Para mais informações: darbi.suficier@ufms.br

MATEMÁTICA

Controle de caos e estabilidade no modelo neuronal de Hindmarsh-Rose

Coordenador(a): Prof. Me. Raildo Santos de Lima

RESUMO: O presente projeto de pesquisa destina-se ao estudo de controle de incertezas numa variação do modelo neural de Hodkin-Huxley (1952). O modelo de Hodkin-Huxley trata da variação do tempo em ralação a condutância de íons de potássio e sódio no axônio (prolongamento único de uma célula nervosa por onde se transmite o impulso nervoso) da lula gigante. Estes autores desenvolveram um conjunto de equações diferenciais para a propagação de sinais elétricos, que foram posteriormente modificados para descrever o comportamento dos neurônios em outros animais e para outros tipos de fibras excitáveis. Com isso, a dinâmica do modelo de Hodgkin-Huxley foi estudada extensivamente com uma visão para implicações biológicas e com testes para métodos numéricos podendo ser aplicados a modelos matemáticos mais complexos. No desenvolvimento deste projeto de pesquisa será acoplado ao modelo proposto no estudo de caso (uma variação do modelo de Hodkin-Huxley) uma fonte com desbalanceamento rotativo e incluir parâmetros incertos para que em seguida, uma técnica de controle seja aplicada para estabilizar e sincronizar todo o sistema.

Para mais informações: raildo.lima@ufms.br

O que pode a Etnomatemática quando atravessada pela Filosofia da Diferença?

Coordenador(a): Prof. Dr. Thiago Donda Rodrigues 

RESUMO: Com o desenvolvimento desse projeto pretendemos, a partir de uma pesquisa bibliográfica, elaborar discussões teóricas e técnicas sobre a transversalidade entre Etnomatemática e Filosofia da Diferença. Para tanto, a partir de ideias de Michel Foucault, Gilles Deleuze e Félix Guattari e os conceitos poder, saber, rizoma, sistema arbóreo, nomadismo, sedentarismo, máquina de guerra, aparelho de estado, espaço liso, espaço estriado e linhas de fuga, dentre outros, refletiremos sobre questões inerentes aos saberes e fazeres teórico-metodológicos da Etnomatemática, tais como, os grupos socioculturais e o seu conhecimento tradicional; a tradução matemática do conhecimento tradicional; o conhecimento matemático acadêmico; a universalização da Matemática; o conhecimento matemático escolar, dentre outros. Dessa forma, pretendemos dar algumas possibilidades de resposta à pergunta: O que pode a Etnomatemática quando atravessada pela Filosofia da Diferença?

Para mais informações: thiago.rodrigues@ufms.br

Modelos Matemáticos em Epidemiologia

Coordenador(a): Prof. Dr. Luiz Fernando de Souza Freitas

RESUMO: Neste projeto pretendemos analisar quantitativa e qualitativamente modelos de equações diferenciais ordinárias, também chamados de modelos determinísticos, que descrevem a dinâmica da transmissão de doenças infecciosas de transmissão direta. Tal dinâmica é estabelecida pela interação entre as classes de indivíduos suscetíveis S (aqueles que não tiveram contato com o patógeno), expostos E (infectados que não transmitem a doença), infectados I (que transmitem a doença) e recuperados R (aquelas que estão imunizados), o modelo matemático é chamado de modelo SEIR. Podemos, ainda, introduzir a classe de indivíduos vacinados V, caso exista uma vacina disponível para tal doença e o modelo passa a se chamar modelo SEIRV. Por meio do estudo de tais modelos será possível entender a dinâmica das classes de indivíduos e quais são os fatores, como quantidade de indivíduos suscetíveis, e parâmetros que têm efeito maior no controle e/ou erradicação de uma dada doença infecciosa de transmissão direta.

Para mais informações: luiz_freitas@ufms.br

 

Um olhar Histórico-Matemático acerca da inserção da disciplina de Geometria Analítica e Cálculo  Vetorial no Brasil 

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Sabrina Helena Bonfim 

RESUMO: Permeando pelos caminhos da História da Matemática e, em particular pela História da Matemática no Brasil, o presente trabalho propõe uma investigação histórico-matemática acerca da inserção da disciplina de Geometria Analítica e Cálculo Vetorial no Brasil, especificamente na Escola Politécnica de São Paulo realizada, na época (início do século XX), pela primeira vez no país. Sabe-se que um dos precursores deste movimento, no tocante a Geometria Analítica e ao Cálculo Vetorial, e em particular, na então Escola Politécnica de São Paulo foi o engenheiro-matemático Theodoro Augusto Ramos (1895-1935) – objeto de estudo da pesquisa de doutorado. Theodoro publicou na época um trabalho dedicado à temática (Calculo vectorial, 1927) tanto em português, quanto em francês, durante uma viagem estudos a França, e que é reconhecido como um dos primeiros trabalhos sobre o assunto no país. Sabe-se que posteriormente a este trabalho de Theodoro, apareceram outros pelo país, demonstrando interesse de pesquisadores brasileiros pela temática. No tocante aos procedimentos metodológicos, atenta-se ao fato de que nos estudos em História da Matemática, assim como em História não se é possível definir a priori uma metodologia a ser seguida, adotada. Entretanto, as concepções que serão tomadas e que conduzirão esta pesquisa partilham de percepções e pontos de vistas de renomados historiadores que investigam, dentre outros, o trato metodológico da História. A saber, Veyne, Bloch, Le Goff, Burke, Chartier, Jenkins, Ginzburg, Dosse, e Vainfas, dentre outros. Espera-se assim com esta pesquisa contribuir para uma lacuna ainda existente na História da Matemática no Brasil.

Para mais informações: sabrina.bonfim@ufms.br

 

A história da Matemática na formação inicial de professores de matemática nas universidades federais brasileiras]

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Sabrina Helena Bonfim

RESUMO: Diversas pesquisas na área de Educação Matemática têm apontado que a História da Matemática (HM) pode ser uma abordagem interessante para o ensino de Matemática na Educação Básica. Neste sentido alguns pesquisadores da área de História da Matemática e de Educação Matemática tem indicado a necessidade da inclusão nos cursos de Licenciatura em Matemática de tópicos relativos à HM e à utilização da HM no ensino de Matemática. Entretanto são poucas as pesquisas que foram realizadas em território nacional que tem como foco a HM nos cursos de formação de professores. Diante deste contexto propomos a realização de uma investigação acerca do seguinte questionamento: que aspectos da História da Matemática e que articulações entre História da Matemática e o ensino de Matemática na Educação Básica são contemplados nos cursos de Licenciatura em Matemática oferecidos por Universidades Federais brasileiras? Com vistas a responder este questionamento analisaremos os Projetos Políticos Pedagógicos dos cursos de licenciatura em Matemática destas instituições e enviaremos questionários aos coordenadores destes cursos e aos docentes que lecionam e/ou lecionaram nos últimos dois anos disciplinas que apresentam estas temáticas. Como técnica de análise dos dados obtidos utilizaremos a Análise de Conteúdo.

Para mais informações: sabrina.bonfim@ufms.br

 

PSICOLOGIA

 

Discriminação e Saúde: Vivências de Pessoas LGBT+ na Rede de Atenção em Saúde

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Renata Bellenzani 

RESUMO: A Política Nacional de Saúde Integral de Lésbicas Gays Bissexuais Travestis e Transexuais em vias de completar 10 anos de sua promulgação em 2011 reafirma conquistas de direitos e particularmente busca promover o direito à saúde dessa população via SUS considerando necessidades singulares e combatendo inequidades e desigualdades historicamente construídas sob o atravessamento dos processos de estigma e discriminação (E&D). O presente estudo objetiva investigar como têm sido nesse período as experiencias da população jovem LGBT+ no SUS no que tange ao acesso à assistência em saúde; em que medida sua vulnerabilidade a possíveis episódios de discriminação tem sido reduzida ou ampliada na relação com profissionais/serviços dimensionando as possíveis implicações psicológicas e na saúde integral. Serão realizadas entrevistas semiestruturadas (estimam-se entre 9 a 15) por meio digital com utilização de roteiro cujos dados serão interpretados via análise temática sob o prisma do conceito de vulnerabilidade em seus planos: individual programático e social. Complementarmente se objetiva um avanço teórico-conceitual via articulação desse quadro conceitual com uma teoria psicológica em específico a Análise do Comportamento mediante a elaboração de análises funcionais dos comportamentos dos usuários o que contribuirá com a aplicabilidade teórico-prática da Psicologia na elucidação e no enfrentamento de processos de E&D e seus desdobramentos prejudiciais à saúde e à vida da população LGBT+.

Para mais informações:  renata.bellenzani@ufms.br

Efeito da Hiperforina em Modelo Animal de Autismo Induzido por Exposição Pré-natal ao Ácido Valpróico

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Ana Luiza Bossolani Martins 

RESUMO:O O Transtorno do Espectro Autista (TEA) são afecções neuropsiquiátricas com déficits em duas áreas principais: comportamental (interesse restrito e movimentos repetitivos) e social (interação/comunicação). Além dos sintomas típicos, muitos indivíduos também podem apresentar comorbidade psiquiátrica e problemas de comportamento como agressividade, auto-agressão, impulsividade, hiperatividade, ansiedade e alteração de humor. Estas condições, muitas vezes, dificultam o tratamento e, para aliviar estes sintomas, medicamentos psicotrópicos são frequentemente prescritos. Entretanto, as opções fármacoterapêuticas atuais, baseadas em evidências em crianças com TEA, são muito limitadas e têm eventos adversos importantes. Apesar dos desafios, a investigação sobre o TEA tem feito progressos consideráveis nos últimos anos, com auxílio de testes genéticos e o desenvolvimento de modelos animais, principalmente o modelo de animal de exposição pré-natal ao ácido valpróico. Este modelo reproduz alterações comportamentais e da estrutura cerebral que ocorrem nos pacientes com TEA. A erva de São João (Hypericum perforatum) tem sido utilizada no tratamento da depressão, e seu principal composto ativo, a hiperforina, se mostrou eficaz em reverter alterações morfológicas de células neurais “in vitro” de indivíduos com TEA. O extrato da erva de São João nunca foi testado em modelo animal para TEA. Portanto, o objetivo deste trabalho é verificar se o extrato da erva de São João pode alterar as manifestações comportamentais (social e estereotipia) e da morfologia cerebral no modelo animal de autismo induzido por exposição pré-natal ao ácido valpróico.

Para mais informações: anabossolani@gmail.com

 

 Investigação Genética da Deficiência Intelectual: Uma Revisão de Literatura

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Ana Luiza Bossolani Martins

RESUMO:

A Deficiência Intelectual (DI) é caracterizada por limitações relacionadas ao comportamento adaptativo e funcionamento intelectual inferior ao esperado. Dentre os indivíduos brasileiros, aproximadamente 2,6 milhões possuem esta condição, sendomais frequente no sexo masculino e em indivíduos de baixa renda. A etiologia é bastante
heterogênea, podendo ser ambiental ou genética (padrões de herança diversos como o autossômico dominante, recessivo, ligado ao cromossomo X, além de alterações cromossômicas). O fenótipo pode apresentar-se isolado ou sindrômico, esporádico ou segregando em famílias. Entretanto, cerca de 30-50% dos casos, a causa não pode ser determinada. O projeto tem como objetivo geral, pesquisar a produção científica nacional dos últimos 10 anos sobre etiologia genética de indivíduos que apresentam a condição da DI. Dentre os objetivos específicos estão: identificar e quantificar quais causas genéticas mais aparecem na produção científica nacional; classificar a DI identificada em sindrômica ou não sindrômica; avaliar se a DI é esporádica ou familial e mapear os grupos de pesquisa mais expressivos na área. Assim, o projeto é baseado em uma revisão de literatura nos bancos de dados PubMed e Google Acadêmico, sendo que, é esperado encontrar um aumento nas pesquisas sobre esse assunto nos últimos 10 anos e um avanço nos métodos de investigação e diagnóstico no Brasil.

Para mais informações: anabossolani@gmail.com

 

Revelação da homoafetividade no contexto familiar: levantamento e análise da literatura científica e de instituições de acolhimento

Coordenador(a): Prof. Dr. Jeferson Camargo Taborda

RESUMO: A presente pesquisa objetiva investigar como a literatura científica vem discutindo os processos de revelação da homoafetividade (coming out) junto aos familiares. A proposta é categorizar e discutir as principais interpretações teóricas, especialmente a proveniente da Psicologia, sobre os processos de coming out. Ao mesmo tempo, visa também problematizar como a temática da transexualidade (pessoas trans) aparece nestas literaturas e quais têm sido as repercussões para as famílias. Além disso, será realizado um amplo levantamento sobre as atuações de instituições/profissionais voltadas para o acolhimento de familiares LGBTI+ .

Para mais informações: jeferson.taborda@ufms.br

O léxico brasileiro da personalidade: estudos com a língua portuguesa brasileira e outras línguas nacionais

Coordenador(a): Prof. Dr. Alexandre José de Souza Peres

RESUMO: Este projeto de pesquisa é composto por quatro estudos relacionados à abordagem léxica na pesquisa em psicologia da personalidade, com foco na cultura brasileira e no estudo da linguagem natural. O projeto foi estruturado para ser realizado em 24 meses, com etapas em paralelo. Os objetivos gerais são investigar o léxico brasileiro da personalidade e explorar alternativas metodológicas de coleta e análise de dados, fazendo uso de técnicas da psicometria e da ciência de dados. Em uma perspectiva emic, três estudos privilegiarão descritores de traços e dados obtidos em fontes da linguagem natural da língua portuguesa e de outras línguas faladas no Brasil, como as indígenas e a linguagem dos remanescentes de quilombos. O objetivo específico desses estudos é o desenvolvimento de modelos fatoriais da personalidade autóctones. Em uma perspectiva integradora emicetic, o quarto estudo visará a integração dos modelos autóctones com modelos teóricos estrangeiros proeminentes, como o Big Five. Especificamente, objetiva-se analisar evidências de validade dos instrumentos, incluindo evidências confirmatórias acerca das estruturas fatoriais encontradas, bem como evidências de validade convergente entre os modelos fatoriais. Espera-se realizar contribuições ao estudo do léxico brasileiro da personalidade, por meio do desenvolvimento de modelos teóricos autóctones, bem como contribuir para o avanço metodológico da pesquisa em psicologia da personalidade.

Para mais informações: alexandre.peres@ufms.br

Contribuições psicanalíticas às temáticas do contexto educacional

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Camila Bellini Colussi Macedo

RESUMOAs tentativas de aproximações entre a Psicanálise e a Educação são antigas. Freud aborda a temática de forma esparsa ao longo de seu trabalho, porém outros autores, como Ferenczi e Pfister passam a tratar do tema de modo mais pontual. No Brasil, as primeiras publicações e cursos na área da Educação visavam preponderantemente a divulgação do saber psicanalítico entre os educadores. Apenas posteriormente observa-se uma ampliação de tais estudos, visando a aplicação da Psicanálise na observação de práticas pedagógicas e a análise do discurso, tanto do educador,
quanto do estudante, assim como de outros agentes e do próprio discurso institucional. A partir destas considerações, surge a proposta deste estudo que pretende analisar temáticas educacionais emergentes à luz da teoria psicanalítica. O método utilizado será o método qualitativo, com aspectos quantitativos. Trata-se de uma pesquisa documental, com caráter descritivo. As temáticas elencadas foram bullying, suicídio em estudantes e transtorno de déficit de atenção e hiperatividade -TDAH. Serão realizadas revisões bibliográficas do tipo sistemática e também narrativa, utilizando descritores para busca em banco de dados (periódicos, bancos de teses e dissertações). O prazo para busca de dados abarcará os últimos cinco anos de produção científica. Os dados coletados serão analisados quantitativamente e, de modo qualitativo, a partir do referencial teórico psicanalítico apresentado. Serão agrupados e comparados os dados obtidos, categorizando-os para melhor visualização e análise.

Para mais informações:  camila.bellini@ufms.br