Projetos de Pesquisa

ADMINISTRAÇÃO

 

Modelo GAMLSS e Equações Estruturais com Variáveis Latentes: Estudo e Aplicações em Administração 

Coordenador(a): Prof. Dr. Elton Gean Araújo 

RESUMO:O intuito do projeto é estudar e aplicar modelos estatísticos à dados advindos das áreas da administração; a depender da estrutura destes dados (tipo de variáveis, tamanho da amostra, número de variáveis, etc…), bem como do objetivo requerido em cada situação a ser aplicada. Neste sentido, os modelos aditivos generalizados para posição, escala e forma (GAMLSS) e as equações estruturais ou modelagem de equações estruturais (MEE), que têm enorme aplicabilidade e poder de extração de informações na referida área, serão detalhados em seus aspectos metodológicos e utilizados como ferramenta estatística no intento de fazer inferências e previsões em cenários reais em administração. Relatórios das análises serão gerados, bem como produtos acadêmicos, tais como resumos para eventos e artigos para periódicos científicos, com face a disseminar ainda mais métodos estatísticos com grande poder de abrangência e capacidade analítica.

Para mais informações: elton.araujo@ufms.br

Finanças comportamentais e sua influência no processo de gestão de empresas familiares.

Coordenador(a): Prof. Dr. Fabiano Tiossi

RESUMO:

Para as finanças comportamentais, a tomada de decisão dos agentes econômicos não ocorre puramente de forma racional, pois há divisas para a atuação dos chamados arbitradores racionais. Daniel Kahneman e Amos Tversky concluíram em estudos realizados na década de 1970, que geralmente as decisões são tomadas por meio da utilização de heurísticas (processos decisórios simplifcados), passíveis de erros sistemáticos. Há que se considerar ainda que diversas decisões são respaldadas em crenças sobre a probabilidade de incerteza e que a probabilidade derivada é subjetiva, considerando que diferentes indivíduos podem ter possibilidades diferentes para o mesmo evento. E em empresas familiares, qual a influência do comportamento humano nas decisões fnanceiras? É sobre este questionamento que surgiu o interesse em investigar como as fnanças comportamentais interferem no processo decisório de estrutura de capital em empresas familiares. Seu desenvolvimento dar-se-a a partir da aplicação de uma suvey em empresas familiares listadas na B3, bolsa de valores oficial do Brasil e que tenha uma correspondente classificação proposta pela escala F-PEC.

Para mais informações: fabiano.tiossi@ufms.br

 

O Processo de Operacionalização das Políticas Públicas voltadas para a Inovação, a partir do Modelo Quadruple Helix

Coordenador(a): Prof. Dr. Fabiano Tiossi

RESUMO: Este estudo trata da aplicação eficiente do modelo de desenvolvimento Quadruple Helix na gestão da inovação em políticas públicas brasileiras. É um  modelo que avança na aplicação das ações já propostas pelo Triple Helix, incluindo, na relação universidades-indústrias-governo, a sociedade civil como principal beneficiada dos resultados das ações conjuntas dos envolvidos.  É importante que estes agentes componentes do Quadruple Helix se adaptem às contingências e atuem de forma participativa, empreendedora e consensual. Nesse sentido, o objetivo do projeto é estudar como é desenvolvido o processo de operacionalização das políticas públicas voltadas para a inovação alinhando governo, indústrias, universidades e sociedade civil.  Para seu desenvolvimento, serão utilizadas a pesquisa bibliográfica, documental e um estudo  exploratório acerca da gestão da inovação em políticas públicas brasileiras. Como resultados, é esperado identificar como a aplicação do modelo Quadruple Helix, na gestão da inovação, pode contribuir, de forma efetiva, para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a ciência e tecnologia, de forma a beneficiar a sociedade e ainda,  contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do país.

Para mais informações: fabiano.tiossi@ufms.br

 

Práticas culturais e vida universitária dos estudantes da UFMS/CPAR

Coordenador: Prof. Dr. Darbi Masson Suficier

RESUMO: O objetivo é analisar as práticas culturais e a vida universitária dos estudantes dos cursos de graduação da UFMS/CPAR. Os dados serão coletados por meio de questionário online a ser aplicado em duas etapas: na primeira etapa os dados serão coletados junto aos ingressantes dos anos de 2020 e 2021; na segunda etapa junto aos ingressantes de 2022. A compreensão das práticas culturais dos estudantes objetivam auxiliar no entendimento de suas vivências no ambiente universitário.

Para mais informações: darbi.suficier@ufms.br

 

Governança colaborativa e Administração Pública: estudos para a promoção do desenvolvimento econômico regional

Coordenador: Prof. Dr. Odirlei Fernando Dal Moro

RESUMO:

O presente projeto de pesquisa tem por objetivo analisar a literatura em torno do tema Governança Colaborativa e como os Conselhos de Desenvolvimento Econômico podem contribuir no planejamento e impulsionar as economias locais e regionais dos municípios brasileiros em uma perspectiva de médio e longo prazo. Em termos específicos visa-se fazer uma aprofundada pesquisa em torno da Governança Colaborativa, dos conselhos de desenvolvimentos e suas relações com as práticas desenvolvimentistas. O presente projeto justifica-se porque a temática do desenvolvimento econômico via GC merece melhores aprofundamentos, à medida que o número de publicações é nulo. Ademais, busca-se aprofundar em outras ações dentro da temática desenvolvimentista.

Para mais informações: ordilei.moro@ufms.br

 

Pandemia de Covid-19 no Brasil: Análise da Eficiência dos Estados brasileiros e Distrito Federal no Controle da propagação da Epidemia e Redução do Número de Óbitos

Coordenador: Prof. Dr. Richardson Coimbra Borges

RESUMO:

Este projeto tem o objetivo geral de medir o desempenho (eficiência) das unidades federativas brasileiras no controle da pandemia de Covid-19 e a mitigação do número de mortes. Para atingir o objetivo geral, foram analisadas duas perspectivas, tendo sido definidos os seguintes objetivos específicos: (i) medir a eficiência para controlar a propagação da pandemia; e (ii) medir a eficiência para minimizar os óbitos. Para atingir o objetivo proposto será realizado um estudo quantitativo, descritivo e exploratório por meio da metodologia Data Envelopment Analysis nos meses de agosto e novembro de 2020. A população é composta pelas 27 Unidades Federativas Brasileiras.

 Para mais informações: richardson.borges@ufms.br

 

Dependência Espacial da Eficiência Econômico-Financeira: Um estudo em cooperativas de crédito de livre admissão do centro-oeste brasileiro

Coordenador: Prof. Dr. Richardson Coimbra Borges

RESUMO:

Este projeto tem como objetivo geral a identificação da estrutura de dependência espacial da eficiência econômico-financeira de cooperativas de crédito de livre admissão do Centro-Oeste brasileiro. Para o atingimento do objetivo proposto realizar-se-á um estudo quantitativo, descritivo e exploratório de uma população de 64 cooperativas de crédito de livre admissão do centro-oeste brasileiro (DF, GO, MT e MS) a fim de se verificar a dependência espacial da eficiência econômico-financeira por meio de Data Envelopment Analysis. O período sob estudo compreenderá os anos de 2000 a 2019.

 Para mais informações: richardson.borges@ufms.br

MATEMÁTICA

 

Um olhar histórico-matemático acerca da inserção da disciplina de Geometria Analítica e Cálculo  Vetorial no Brasil 

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Sabrina Helena Bonfim 

RESUMO: Permeando pelos caminhos da História da Matemática e, em particular pela História da Matemática no Brasil, o presente trabalho propõe uma investigação histórico-matemática acerca da inserção da disciplina de Geometria Analítica e Cálculo Vetorial no Brasil, especificamente na Escola Politécnica de São Paulo realizada, na época (início do século XX), pela primeira vez no país. Sabe-se que um dos precursores deste movimento, no tocante a Geometria Analítica e ao Cálculo Vetorial, e em particular, na então Escola Politécnica de São Paulo foi o engenheiro-matemático Theodoro Augusto Ramos (1895-1935) – objeto de estudo da pesquisa de doutorado. Theodoro publicou na época um trabalho dedicado à temática (Calculo vectorial, 1927) tanto em português, quanto em francês, durante uma viagem estudos a França, e que é reconhecido como um dos primeiros trabalhos sobre o assunto no país. Sabe-se que posteriormente a este trabalho de Theodoro, apareceram outros pelo país, demonstrando interesse de pesquisadores brasileiros pela temática. No tocante aos procedimentos metodológicos, atenta-se ao fato de que nos estudos em História da Matemática, assim como em História não se é possível definir a priori uma metodologia a ser seguida, adotada. Entretanto, as concepções que serão tomadas e que conduzirão esta pesquisa partilham de percepções e pontos de vistas de renomados historiadores que investigam, dentre outros, o trato metodológico da História. A saber, Veyne, Bloch, Le Goff, Burke, Chartier, Jenkins, Ginzburg, Dosse, e Vainfas, dentre outros. Espera-se assim com esta pesquisa contribuir para uma lacuna ainda existente na História da Matemática no Brasil.

Para mais informações: sabrina.bonfim@ufms.br

 

PSICOLOGIA

Evidências de validade do Questionário do Estudante do ENADE

Coordenador(a): Prof. Dr. Alexandre José de Souza Peres

RESUMO:

Este projeto de pesquisa tem como objetivo geral inspecionar as evidências de validade baseadas na estrutura interna e a fidedignidade dos escores do Questionário do Estudante do Enade, considerando sua relevância e alto impacto social e a escassez de estudos que tenham se dedicado a avaliar sua qualidade psicométrica. O Questionário do Estudante é uma das principais fontes de dados do indicador de Conceito Preliminar de Curso (CPC), um dos pilares do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Três dos componentes do CPC são oriundos desse instrumento: organização didático-pedagógica, instalações físicas e oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional. Apesar de sua importância prática e impacto nas Instituições de Ensino Superior, docentes e estudantes, uma revisão de literatura revela que poucos senão nenhum estudo publicado em periódico nacional que tenha se dedicado a avaliar a qualidade psicométrica desse instrumento. Assim, este projeto de pesquisa visa contribuir com o controle social do Sinaes por meio da reunião evidências acerca da validade e fidedignidade do Questionário, tanto para contribuir para o aprimoramento do instrumento especificamente, como do sistema de avaliação no geral, como também como forma de evitar que os usos dos resultados dos dados oriundos desse instrumento não possuam consequências sociais negativas e não-intencionais decorrentes de eventuais fragilidades psicométricas. Para tanto, serão realizados estudos psicométricos sobre a estrutura fatorial do instrumento e a consistência interna das variáveis latentes subjacentes às respostas aos itens, bem como calculados indicadores educacionais utilizando a Teoria de Resposta ao Item. Esses resultados serão comparados com os atuais indicadores utilizados no âmbito do Sinaes quanto à sua qualidade psicométrica. Os dados a serem utilizados são os microdados do Enade, disponibilizados aberta e publicamente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia responsável pelo Enade. As análises serão realizadas por meio do software livre e gratuito R.

Para mais informações: alexandre.peres@ufms.br

O léxico brasileiro da personalidade: estudos com a língua portuguesa brasileira e outras línguas nacionais

Coordenador(a): Prof. Dr. Alexandre José de Souza Peres

RESUMO:

Este projeto de pesquisa é composto por quatro estudos relacionados à abordagem léxica na pesquisa em psicologia da personalidade, com foco na cultura brasileira e no estudo da linguagem natural. O projeto foi estruturado para ser realizado em 24 meses, com etapas em paralelo. Os objetivos gerais são investigar o léxico brasileiro da personalidade e explorar alternativas metodológicas de coleta e análise de dados, fazendo uso de técnicas da psicometria e da ciência de dados. Em uma perspectiva emic, três estudos privilegiarão descritores de traços e dados obtidos em fontes da linguagem natural da língua portuguesa e de outras línguas faladas no Brasil, como as indígenas e a linguagem dos remanescentes de quilombos. O objetivo específico desses estudos é o desenvolvimento de modelos fatoriais da personalidade autóctones. Em uma perspectiva integradora emicetic, o quarto estudo visará a integração dos modelos autóctones com modelos teóricos estrangeiros proeminentes, como o Big Five. Especificamente, objetiva-se analisar evidências de validade dos instrumentos, incluindo evidências confirmatórias acerca das estruturas fatoriais encontradas, bem como evidências de validade convergente entre os modelos fatoriais. Espera-se realizar contribuições ao estudo do léxico brasileiro da personalidade, por meio do desenvolvimento de modelos teóricos autóctones, bem como contribuir para o avanço metodológico da pesquisa em psicologia da personalidade.

Para mais informações: alexandre.peres@ufms.br

 

Investigação Genética da Deficiência Intelectual: Uma Revisão de Literatura

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Ana Luiza Bossolani Martins

RESUMO:

A Deficiência Intelectual (DI) é caracterizada por limitações relacionadas ao comportamento adaptativo e funcionamento intelectual inferior ao esperado. Dentre os indivíduos brasileiros, aproximadamente 2,6 milhões possuem esta condição, sendomais frequente no sexo masculino e em indivíduos de baixa renda. A etiologia é bastante
heterogênea, podendo ser ambiental ou genética (padrões de herança diversos como o autossômico dominante, recessivo, ligado ao cromossomo X, além de alterações cromossômicas). O fenótipo pode apresentar-se isolado ou sindrômico, esporádico ou segregando em famílias. Entretanto, cerca de 30-50% dos casos, a causa não pode ser determinada. O projeto tem como objetivo geral, pesquisar a produção científica nacional dos últimos 10 anos sobre etiologia genética de indivíduos que apresentam a condição da DI. Dentre os objetivos específicos estão: identificar e quantificar quais causas genéticas mais aparecem na produção científica nacional; classificar a DI identificada em sindrômica ou não sindrômica; avaliar se a DI é esporádica ou familial e mapear os grupos de pesquisa mais expressivos na área. Assim, o projeto é baseado em uma revisão de literatura nos bancos de dados PubMed e Google Acadêmico, sendo que, é esperado encontrar um aumento nas pesquisas sobre esse assunto nos últimos 10 anos e um avanço nos métodos de investigação e diagnóstico no Brasil.

Para mais informações: anabossolani@gmail.com

 

Análise da associação entre a depressão materna durante a gravidez e o Transtorno do Espectro Autista (TEA) na prole

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Ana Luiza Bossolani Martins

RESUMO:

Compreende-se o Transtorno do Espectro Autista (TEA) como uma condição do neurodesenvolvimento que compromete em diferentes níveis cada indivíduo, tendo como características de diagnóstico a dificuldade de interação social e comportamentos estereotipados e repetitivos. Detém uma gama de fatores para seu aparecimento, tanto genéticos quanto ambientais. Nesse contexto, pesquisas têm demonstrado que a depressão não tratada pode ser uma das causas das intercorrências na gestação e considerada um fator de risco para o aparecimento do TEA na prole. A partir de investigações acerca da relação entre a depressão materna e o TEA, este estudo tem como objetivo analisar o histórico de depressão materna e o aparecimento do TEA na descendência. Utilizando-se de questionários online por meio do Google Forms, cujas perguntas buscarão investigar aspectos da gravidez ou gravidezes de mães de crianças autistas, além de fatores de confusão (idade avançada, doenças crônicas, prematuridade, transtornos psiquiátricos na família e o uso de psicofármacos como antidepressivos durante a gestação), bem como sintomas e traços de personalidade relacionados à depressão. Espera-se encontrar a depressão como um fator fundamental para o aparecimento do TEA na prole sem uso do psicofármaco.

Para mais informações: anabossolani@gmail.com

Avaliação Genético-Clínica, Psicológica e Orientação em Indivíduos com Deficiência Intelectual Idiopática

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Ana Luiza Bossolani Martins

RESUMO:

A deficiência intelectual (DI) é caracterizada por limitações significativas no funcionamento intelectual e adaptativo e se origina antes dos 18 anos de idade. Crianças com menos de 5 anos que não atingiram os marcos de desenvolvimento social, motor ou intelectual esperados para a idade (especialmente a linguagem) são descritas como tendo atraso global no desenvolvimento. O diagnóstico etiológico é desconhecido em aproximadamente 50% dos casos. Entre os adultos, a proporção do sexo feminino para masculino varia entre 0,7: 1 e 0,9: 1, enquanto nas crianças e
adolescentes, varia entre 0, 4:1 e 1:1. As taxas também podem variar conforme a condição socioeconômica, entretanto, a maior prevalência ocorre em países de baixa e média renda, onde as taxas são quase duas vezes maiores que nos países de alta renda. Muitos fatores têm sido confirmados como causa ou como associados a DI. Dentre esses fatores, que influenciam no desenvolvimento e na função do cérebro da criança nos períodos pré-natal, perinatal ou pós-natal, três grupos podem ser destacados: orgânico, genético e sociocultural. Entre as causas genéticas, as alterações cromossômicas ocorrem de 4 a 28% dos casos e a Síndrome do Cromossomo X Frágil é a segunda causa mais frequente de DI em meninos, o que justifica a importância dessa investigação. Assim, o objetivo investigar os mecanismos etiológicos de origem genética, responsável pela Deficiência intelectual de crianças matriculadas na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) da cidade de Paranaíba, Mato Grosso do Sul. Para isso, serão realizadas análise do cariótipo em 20 metáfases submetidas ao bandamento GTG convencional de cada indivíduo selecionado, a partir de avaliação clínica prévia e o rastreamento de mutação completa no gene FMR1, além de avaliação psicológica para identificação do nível de gravidade da DI (leve, moderado, grave). O conhecimento da origem do problema pode ser confortante para a família, permitir uma antecipação e tratamento das situações clínicas associadas, assim como facilitar o aconselhamento genético adequado.

Para mais informações: anabossolani@gmail.com

Os vínculos familiares e comunitários em serviços de acolhimento institucional: Revisão de literatura em contexto brasileiro

Coordenador(a): Prof.ª Dr.ª Cíntia Carvalho

RESUMO:

O objetivo desta pesquisa é analisar como se dão os vínculos familiares e comunitários em serviços de acolhimento institucional, a partir de revisão de literatura nacional, observando aspectos específicos como as práticas no sentido de promover e preservar vínculos de crianças e adolescentes com suas famílias, dentro dos serviços de acolhimento; se o acolhimento institucional de crianças envolve famílias monoparentais femininas e contextualizar as dificuldades dessas mães solo com a perda de vínculos e a perda do poder familiar; o que tem sido divulgado sobre ações entre as instituições para promoção de melhores vivências e relações afetivas de crianças em situação de acolhimento, em processo de escolarização e os processos de desligamento institucional e suas possíveis estratégias na lide dessas rupturas. As buscas envolverão pesquisas em bases científicas de dados como: SciELO (Scientific Electronic Library on Line), Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Portal de Periódicos CAPES. Serão utilizados palavras-chaves, descritores (a depender da proposição específica do estudo), assim como, a utilização de operadores booleanos para refinar as buscas. Serão realizadas análises quantitativas sobre frequência das publicações nos respectivos anos encontrados, assim como, os tipos de pesquisas, bem como, a análise qualitativa que estabeleça relações entre políticas publicas nacionais e as práticas vigentes de acolhimento disseminadas, no que tange a promoção e preservação dos vínculos familiares e comunitários, além de relacionar às condições e concepções dos vínculos ao desenvolvimento pleno e integrado que se espera para o ser humano, em especial, advindos de instituições coletivas de cuidado.

Para mais informações: cintia.carvalho@ufms.br

 

A intersecção gênero, classe e étnico-racial nos modos de circulação: contribuição dos estudos sobre corpo e emoção

Coordenador(a): Prof. Dr. Jeferson Camargo Taborda

RESUMO:

O presente projeto investiga a diversidade humana dos corpos, em especial a partir dos marcadores sociais da diferença como gênero, classe, raça-etnia e a produção de subjetividades. Para tanto, serão realizados investigações teóricas sobre o corpo, os afetos (emoções e sentimentos) e os diferentes modos de circulação por espaços públicos e privados. O referencial teórico irá articular textos da psicologia e das ciências sociais como antropologia e sociologia. Espera-se que esta pesquisa contribua com a produção de conhecimentos relevantes acerca do tema da interseccionalidade nas áreas de humanidades, em especial para a Psicologia.

Para mais informações: jeferson.taborda@ufms.br

 

Análise do comportamento e medicalização revisão sistemática da literatura nacional

Coordenador(a): Prof. Dr. Juliano Setsuo Violin Kanamota

RESUMO:

Medicalização pode ser definida como o processo por meio do qual problemas não médicos são definidos e tratados como problemas médicos. Problemas comportamentais e/ou psicológicos residem na esfera de problemas não médicos os quais são compreendidos e tratados por meio de arcabouço conceitual médico. Tal discussão encontra sustentação e complementação nas evidências empíricas produzidas pela Análise do Comportamento, segundo a qual, tanto comportamentos considerados normais quanto anormais ocorrem em função dos mesmos princípios, tornando sua compreensão por meio do conceito de doença, inadequado. Em função destas semelhanças, o presente estudo tem como principal objetivo verificar se a relação entre a medicalização e a Análise do Comportamento tem sido realizadas na literatura nacional. Este trabalho se caracteriza como uma pesquisa de revisão sistemática da literatura. Descritores associados à Análise do Comportamento como “análise funcional”, “behaviorismo”, “análise do comportamento”, “comportamento operante” e “farmacologia comportamental” serão relacionados com o descritor “medicalização” por meio do operador booleano “AND”. Serão realizadas análises quantitativas que demonstrem variações na frequência de publicações ao longo do tempo assim como análises qualitativas que caracterizem se e como a relação entre Análise do Comportamento e medicalização tem sido feita na literatura nacional

Para mais informações: Juliano.kanamota@ufms.br